segunda-feira, 11 de abril de 2011

Estragos Causados pela Chuva na UnB

 
Subsolo do ICC Devastado.
Como já informado pelos nossos colegas do “PALADARQ”, nesta segunda-feira o Campus Darcy Ribeiro da Universidade de Brasília teve suas aulas suspensas devido às grandes chuvas que atingiram a cidade ontem (dia 10/04/2011). De acordo com informações difundidas em redes sociais foram causados muitos danos materiais, sendo o ICC Norte (Instituto de Ciências Central) o local mais atingido.

        As informações revelam que muitos CA’s (Centros Acadêmicos) que se localizavam no subsolo do ICC foram destruídos pela forte chuva, além disso, o Centro de Informática da Universidade, a UnBTV, laboratórios, salas de professores, Empresa Júnior dos estudantes de Administração e muitas salas de aula também foram total ou parcialmente destruídas. Diante dessas situações percebemos que a perda material de fato fora grandiosa.
Equipamento Histórico da UnBTV.
        São locais que armazenam seus documentos, principalmente administrativos, e que consequentemente perderam boa parte de seus arquivos. Além disso, temos a informação que alguns documentos históricos da TV da Universidade também foram perdidos, dentre eles equipamentos museológicos. Os prejuízos com certeza não se restringem apenas aos móveis e computadores perdidos, a perda documental também é significativa não apenas sob o ponto de vista econômico, como também social e cultural.
        De acordo com e-mail enviado pelo professor Fernando Sobrinho aos estudantes do Departamento de Geografia todo o acervo do Centro de Documentação Milton Santos foi perdido:  É com pesar que comunico a perda do acervo e equipamentos do centro de documentação Milton Santos”. (Trecho do e-mail enviado pelo professor e postado pela estudante Karina na Comunidade da UnB no Orkut).
        Diante dessa informação me perguntei: quem foi Milton Santos e a importância desse Centro para a Universidade?
Milton Santos - Homenageado
pela UnB.
        Bom, primeiramente descobri que Milton Santos foi um dos pensadores responsáveis pelo grande avanço e renovação teórica da Geografia, que aconteceu nos anos 1970. Ele foi um dos pioneiros na incorporação do pensamento crítico ao instrumental teórico dessa disciplina. Ele era formado em Direito, porém, seus estudos geográficos fizeram dele um dos maiores pesquisadores da área do Brasil.
        O Centro de Documentação que recebia seu nome na Universidade foi inaugurado no dia 22 de Setembro de 2010 e abrigava todo o acervo Bibliográfico do Departamento de Geografia. O acervo incluía doações internas, de professores aposentados da instituição e de parcerias, por exemplo, com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). O objetivo principal do Centro era promover a Pesquisa e além do material bibliográfico, alunos e professores do Instituto de Ciências Humanas da Universidade também contavam com um avançado aparato tecnológico que também foi perdido com a chuva.
        Diante dessas várias perdas, nós como estudantes de Arquivologia nos questionamos como será feita a recuperação desses documentos, se a Universidade conta com profissionais e estrutura para isso, e principalmente observamos a falta de políticas de conservação para tais documentos (não existia nenhum plano de emergência, por exemplo). Como atuais estudantes da Disciplina Diplomática e Tipologia Documental questionamos também a respeito da Autenticidade desses documentos, se forem recuperados (restaurados) essa autenticidade será mantida? E os documentos que estavam em meio Digital, será se haviam cópias, Backups, destes? E os Documentos administrativos, da Empresa Júnior (AD&M), por exemplo, como ficam? 
        A perda em termos documentais de fato foi grandiosa, documentos arquivísticos, bibliográficos, museológicos e que possuíam suas idiossincrasias e seu valor.As dúvidas são muitas. Para saná-las é preciso analisar a real proporção dos danos e traçar o que de fato poderá ser feito. Essa falta de estrutura, descaso com a documentação, infelizmente é fato recorrente em todo país.
É importante dizer que as informações aqui apresentadas foram fruto apenas de informações de terceiros e que estão sendo veiculadas nos meios de comunicação.
Por: Márcio Lima




Artigos Relacionados

4 comentários:

Raquel Moreira disse...

LAMENTO PROFUDAMENTE A PERDA DO ACERVO DO CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO MILTON SANTOS!

É de impresisonar o descaso e a falta de estrutura que existe com um acervo tão rico. Fica dúvida que o colega levantou, como recuperar esses documentos e se a Universidade possui condiçoes (equipamentos, pessoal...) para restaurar o que restou.

Raquel

11 de abril de 2011 07:57
John disse...

o mais triste é que nosso departamento dificilmente ira tomar alguma providencia a respeito

11 de abril de 2011 08:38
Futebol S.A disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Futebol S.A disse...

Nosso departamento está auxiliando na recuperação de grande parte do acervo, entre mapas e transparências. Os alunos de conservação do curso de Museologia estão em parceria com a biblioteca e ajudando nesta recuperação. Se todos se empenharem e tomarem isto como laboratório, grande parte do acervo será recuperado. Os interessados em ajudar procurem a prof. Silmara de Museologia.

Thanner Machado

10 de junho de 2011 16:27

Postar um comentário

Frequentadores